sábado, 9 de julho de 2016

VALFRAN: O VELHO, O MUITO VELHO, O NOVO E O MODERNO?


Algumas coisas na política de minha São Paulo do Potengi, são realmente hilárias. Dentre tantas a serem mencionadas, vemos hoje um candidato a prefeito que é vice do atual e até ontem, aliado político ferrenho, se dizendo o candidato da renovação, da novidade. Oxe! renovação? Novidade? Como renovação se o mesmo ainda tem mandato junto com o tal que hoje já não é visto por ele como uma boa opção para nossa cidade? Novidade? Desde que me entendo por gente que esse cidadão vive entranhado nas asas e perfumes espalhados e exalados pela política local. Teve mandado no Legislativo, oriundo de família de políticos desde sempre (falando em família, vale lembrar que de acordo com uma relação divulgada essa semana, vários deles foram contemplados, mostrando que os problemas de gestão irregular ou incompetente vem de longe). O fardo malfadado da velha e arcaica política nos ronda e cabe a nós potengienses ficar acordados para que os acordos e conchavos do passado fiquem lá no passado. Chega de manobras de gabinetes, artimanhas e manhas, traições e covardias que nos nivelam por baixo. É momento de observar que nem sempre a vantagem imediata é a melhor, pois pode te custar caro a longo prazo. Quatro anos não passam rápido, é um preço alto a pagar. O momento é de acertar e expurgar de SPP essa mazela que corrói as suas entranhas. Olho o cenário que se desenha e pelo que tenho ouvido, vejo apenas duas opções que podem promover alguma mudança nesse modo podre de fazer política por aqui. Naldinho e Pacelli, vejo como farinha do mesmo saco, figurinhas repetidas e já carimbadas. Erivan é um nome a ser visto pois cumpre mandato no legislativo e é notoriamente conhecido pela forma responsável com que faz política (esperamos que assim continue) e a outra opção que pode utilizar o slogan de mudança, novidade é Ivan que tem alcançado uma base de apoio popular que merece respeito pois é uma pré candidatura que emana do povo. A sorte está lançada, que dados não sejam atirados e conchavos sejam repugnados. Torço por São Paulo do Potengi, Aqui e daqui eu vivo.

Fonte: Blog do Valfran