domingo, 13 de março de 2016

SESED DÁ DICAS DE SEGURANÇA PARA QUEM VAI PARTICIPAR DE MANIFESTAÇÕES NESTE DOMINGO EM NATAL


Sesed dá dicas de segurança para quem pretende participar da manifestação deste domingo em Natal

O Governo do Estado do Rio Grande do Norte, por meio do Gabinete de Gestão Integrada Estadual (GGI-E) da Secretaria de Estado da Segurança Pública e da Defesa Social (Sesed), montou um esquema especial neste domingo (13), em função da manifestação pública prevista para ocorrer a partir das 15 horas, na Praça Cívica, em Natal. A tendência é que o evento seja mais um vez pacífico e ordeiro, semelhante aos ocorridos em 2015.

Um efetivo de cerca de 500 profissionais extras, entre agentes de segurança pública, trânsito e da Companhia Energética do RN, está sendo disponibilizado pelos governos Federal, Estadual e Municipal especialmente para o evento. Não estão previstos deslocamentos na cidade, o que garante mais segurança ao público presente e evita transtornos aos serviços de transporte públicos que circulam na capital. Abaixo seguem algumas dicas de segurança:

ALERTA: Recomenda-se a população em geral que, dentro do possível, antecipe, postergue ou altere seus deslocamentos para evitar os horários e locais de maior impacto no trânsito.

PREVENIR: Recomenda-se que os veículos estacionados na área ao entorno da Praça Cívica, em Petrópolis, sejam retirados das vias e adjacências pelas quais se darão a interdição e a passagem da manifestação. Não ostente nada de valor como: relógio, pulseira, bolsas, cordão, celulares, enfim. Lembrem-se: Junto a pessoas de bem, podem existir aproveitadores.

RESPONSABILIDADE: Nas aglomerações humanas naturalmente afloram estímulos que podem levar a atos de violência e desrespeito por valores cotidianos. Assim, um praticante responsável da democracia deve estar atento a estes efeitos: não imitar ações ilegais, não se deixar contagiar por discursos violentos e conter a explosão eufórica e desmedida das emoções, que poderão levar ao cometimento de Atos Infracionais e, por conseguinte o desrespeito ao próprio Estado Democrático de Direito.

COOPERAÇÃO: Manifestantes, se possível, devem evitar mochilas, faixas e cartazes com hastes e mastros, objetos contundentes e volumosos e, quando fundamentadamente abordados por policiais, fardados ou não, precisam colaborar, uma vez que o ordenamento jurídico pátrio exige a atuação preventiva destes profissionais para a segurança de todos.

TRANSPARÊNCIA: Máscaras artesanais e tecidos para proteção do rosto podem configurar ofensa à Constituição Federal que autoriza a reunião pacífica, mas veda o anonimato.

RESPEITO: Evite realizar atos públicos próximo a hospitais.

PROFISSIONALISMO: Aos profissionais da imprensa, recomenda-se que utilizem trajes que possam os identificar com facilidade, além de atentar para as orientações da Polícia Militar quanto a sua localização e segurança.

EVITE RISCOS: Vendedores ambulantes devem evitar os locais de aglomeração, pois podem se tornar alvo de ações criminosas.

DENUNCIE: Os Atos Infracionais mais comuns nestas ocasiões são o dano ao patrimônio, incitação ao crime, furto, atos obscenos, desacato, desobediência, resistência, dentre outros, todos capitulados no Código Penal Brasileiro, que obrigam compulsoriamente a Polícia Militar a agir, sob pena de omissão.

CAUTELA: Uma vez identificado um ponto de bloqueio da Polícia Militar, considere que se trata de área sensível e que autoridades avaliaram aquela necessidade para não prejudicar a ordem pública de forma irreversível. Mantenha distância mínima de 50 m, pois a aproximação representa um risco potencial para a segurança das pessoas, do local e dos policiais militares.

A Sesed estará com um posto de comando nas proximidades do Colégio Atheneu, em Petrópolis, onde funcionará uma Delegacia Móvel completa da Polícia Civil com delegados, agentes e escrivães, afim de registrar Boletins de Ocorrências, entre outros procedimentos. Bombeiros estarão no local oferecendo atendimentos pré-hospitalar com ambulâncias de suporte básico. Somente a PM estará com um efetivo extra de 359 policiais, sendo deste total, 54 do Comando de Policia Rodoviária Estadual (CPRE) e os demais do Comando de Policiamento Metropolitano realizando barreiras policiais em todo o perímetro da Praça Cívica. A PRF manterá, por cautela, uma equipe de prontidão na BR 101 e reforçará as barreiras de São José de Mipibú, Macaíba e São Gonçalo. A STTU ficará responsável pelo desvio dos fluxos de trânsito, principalmente relacionados ao itinerário dos ônibus que trafegam naquela área.

Em caso de urgência e emergência o cidadão deve recorrer a um dos agentes de segurança pública distribuídos no local ou ligar para o telefone 190.

Fonte: SESED