segunda-feira, 21 de março de 2016

A GUERRA POLÍTICA CONTINUA NO HOSPITAL DE SÃO PAULO DO POTENGI


A guerra política continua após a saída da ex-diretora Euzanira, agora a perseguição é com alguns funcionários da terceirizada JMT do hospital regional de São paulo do Potengi, alguns funcionários que não são simpatizantes do prefeito local estão com seus dias contados.

A JMT recebeu nesses dia uma lista de alguns funcionários e que o pedido era pra demissão dessas pessoas do hospital, inclusive da chefe da JMT Mariely, a JMT não aceitou a demissão da mesma, mais recebeu a lista dos outros funcionários, enquanto se preocupam com a saúde do hospital, estão esquecendo da saúde do município.