segunda-feira, 25 de janeiro de 2016

SUCESSÃO MUNICIPAL EM SÃO PAULO DO POTENGI


São Paulo do Potengi inicia o ano de 2016 com os partidos políticos se articulando para enfrentar uma campanha política que vai decidir quem irá governar o municipio no próximo periodo administrativo.

Muitos são os que querem se aventurar por essa seara, porém, poucos são os que concentram os atributos necessários para postular o cargo.

Já ao final do pleito de 2012 iniciou-se um novo periodo de especulações e lançamentos de candidaturas. Sendo detentor de um futuro promissor na área política e numa tentativa freelancer, o primeiro a se projetar foi o professor Jefinho que, por razões pessoais, não passíveis de detalhamento, teve seu nome logo cooptado pela atual administração.

Contrariando todos os prognósticos, tal lacuna foi surpreendentemente absorvida pelo Dr. Ivan. Um nome jamais cogitado pelos analistas da área.

Detentor de uma personalidade forte, mas um profundo conhecedor das mazelas sociais, pois compartilha diariamente do sofrimento daqueles pacientes menos aquinhoados que perambulam pelos corredores dos hospitais públicos, tanto aqui como em Natal onde ele obsequia com seus prestimosos ofícios aqueles que dependem de atendimento médico na área cirúrgica buco-maxilo-facial, inclusive atuando nos procedimentos de excisão cirúrgica simples e de câncer de pele, para a qual está institucionalmente habilitado. Serviços estes que chegaram a ser interrompidos pela ação eminentemente politica e pouco edificante do atual detentor do trono municipal juntamente com o comando da Secretaria Municipal de Saude que, mesmo diante dos inerentes contratempos relativos aos custos de deslocamento e outras despesas com as quais os pacientes teriam que se defrontar para marcação das cirurgias na capital Natal, não abdicaram da tentativa malsucedida de obstruir o trabalho humanitario de Dr. Ivan.

No entanto, ainda perante a propalada imaturidade politica e desde que alcance os objetivos colimados com sua obstinação de dar ao povo uma perspectiva decente de vida, Dr Ivan aposta no bom senso do eleitor que, praticamente, a vinte e dois anos vem se dividindo entre apenas dois candidatos, como se São Paulo do Potengi tivesse apenas só essas duas opções para dirigir o seu destino.

Atualmente Dr Ivan, em virtude de estar ocupando um espaço que ainda não foi terceirizado, está incomodando os dois lados. São tantas as opiniões e maledicências em torno do seu nome vindas de ambas as direções, que existe até representante partidário aliciando votos para concorrentes ainda inexistentes, assim como aqueles que criam chapas com nomes oriundos da situação como candidatos de oposição já em busca de recursos junto aos tradicionais financiadores de campanha.

Completando este quadro ele ainda terá que ter um embate contra os traidores, contra a falsidade, contra a compra de votos e, pior ainda, contra aqueles que insistem em não ter preferencia eleitoral é sim vendê-la como única forma de receber algum benefício da pretensa futura administração pública.

Este será um pleito que está propenso a ficar marcado pela deslealdade, egos suscetibilizados e desejos contrariados.

Santo Tito - Bancário aposentado